Passados mais de três meses da fatídiga enchente, recebemos uma ligação do mesmo cliente gerente de banco nos pedindo para assessorar aquela colega dele que tinha feito na própria agência. Ela, como funcionária da instituição, não tinha ainda recebido sua indenização! Como não éramos seu corretor de seguros, não tinha muitos poderes para representá-la, mas, mesmo assim, fomos até à seguradora para ver o que podia ser feito. Depois de uns 30 minutos de conversa com alguns amigos da seguradora, descobrimos que estava havendo um mal entendido e dali mesmo esclarecemos os fatos. Eles pagaram em menos de uma semana. Até hoje esta gerente de banco nos é grata e passou a ser nossa cliente! Nunca mais fez o seu seguro no banco( quando ela ler isso, dará umas boas gargalhadas!).

A especialização é fundamental para que produtos e serviços sejam de boa qualidade, caso contrário corre-se o risco de não se obter o melhor custo/benefício. Quando você quer comer um bom churrasco, o que você faz? Vai à uma churrascaria ou a um restaurante típico japonês! Óbvio? Nem tanto. Hoje em dia os produtos estão sendo cada vez mais “universais” e você encontra de tudo em quase todos os estabelecimentos. Duvida? Qual churrascaria hoje você não encontra uma culinária japonesa ou uma pizza? Qual a Pizzaria que não serve uma carne grelhada? Qual supermercado que não é uma padaria, lanchonete, farmácia, açougue, jogos eletrônicos, colchões, etc? E os bancos vendem até ingressos de shows! Tudo está virando um grande mingau sem gosto, sem especialização, sem qualidade.

Eu gosto, de vez em quando, de ser um pouco radical em meus exemplos e, normalmente, recorro à área médica. Afinal parece que faz mais efeito quando tocamos em pontos polêmicos. Assim, seguindo o raciocínio, se você tem um problema de visão e pode ficar cego, você vai à uma clínica ortopédica ou oftalmológica? Por favor não me responda. É óbvio isso porque se trata de sua saúde!

Com seguros não é diferente. Bancos, supermercados, concessionárias de automóveis, agências de viagens e uma série de outras empresas “vendem” seguros. É uma concorrência desenfreada, mas com desvantagens. Quem compra seguros em instituições que não são especialistas corre o risco de ter um produto abaixo de suas necessidades. São tantas cláusulas e tantas variáveis que quase não existe seguro igual. Com este universo, só mesmo um especialista para lhe dar a melhor assessoria. Ninguém vende seguro simplesmente. Seguro é um produto que demanda assessoria e é isso que só um corretor de seguros pode fazer por você.

Ao contratar seu seguro, procure sempre um corretor de seguros e não uma pizzaria…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *