LiveZilla Live Help
10 dicas para sobreviver em um ano de vendas mornas - Blog Indústria do Seguro

Seguros com Segurança.

Blog sobre seguros e coisas afins.

  • Página Principal
    Página Principal Aqui você pode encontrar todas as postagens do blog
  • Tags
    Tags Mostra uma lista de tags utilizadas no blog.

10 dicas para sobreviver em um ano de vendas mornas

em em Opinião
  • Tamanho da fonte: Maior Menor
  • Increver-se para receber atualizações
  • Imprimir

Gráfico-decrescente

Leia o excelente artigo publicado pelo site oHub:

"É notável que o cenário atual não seja dos mais favoráveis quando o assunto é economia. Após um ano agitado de eventos públicos como a Copa do Mundo e Eleições Presidenciais, 2015 iniciou-se com expectativas pessimistas tanto para as empresas quanto para os cidadãos. Deste modo, logo no início do primeiro semestre a mídia tem explorado com frequência assuntos como: altas tarifas, aumentos de juros, impostos e dólar, além da corrupção nos governos.
Logo, em meio a tanta informação é possível observar a preocupação dos empresários com relação ao ano atual de modo a buscarem proteção para queda em vendas e recuo de faturamentos.

Para melhor reflexão a respeito deste assunto, separamos 10 dicas de sobrevivência em um ano de vendas mornas, de modo que os empresários possam enfrentar as barreiras e tirarem proveito de uma fase economicamente fraca. Acompanhe!

1. Ajuste as contas

O capital de uma empresa com certeza é um dos fatores mais importantes. Logo, priorizar um melhor controle de entrada e saída de capital é sem dúvidas uma das atividades mais importantes.

Se a empresa já mantém um controle de fluxo de caixa, este será o momento de revisar as despesas e os ganhos de modo a ajustar as metas de fechamento. Além disso, os empresários devem refletir a respeito de cada ação diária a ser tomada, de modo a estar atento às pequenas perdas que poderão gerar grandes buracos nos fluxos de caixa. Acompanhar diariamente o controle de caixa da empresa irá facilitar nas tomadas de decisões rápidas para ajustes de estratégias.

2. Reveja os preços

É de conhecimento de todo empresário o fato de que nem sempre as margens de lucro podem ser conforme esperado. Em épocas de crise econômica é preciso avaliar quais os produtos e serviços devem ter uma redução em seus valores. Independente do setor da empresa é preciso realizar uma avaliação com base nos índices de vendas, quantidades em estoque, facilidade de reposição, expectativas do produto ou serviço no mercado, entre outros fatores.

3. Tenha cuidado com as demissões

Quando o assunto refere-se a demissões de funcionários para ajustes de gastos da empresa, o empresário deve ter em mente que este é um fator a ser analisado com cautela. Deste modo, as demissões devem ocorrer somente em casos onde os custos fixos já foram reduzidos a sua porcentagem máxima e as demissões irão realmente agregar uma folga para o caixa da empresa.

Outro ponto a ser refletido está no fato de que uma alta nas demissões poderá afetar na recuperação da empresa após o final de uma crise. Isto porque os custos para recontratação do quadro de funcionários poderão ser tão elevados quanto os custos com as demissões. Uma boa saída pode ser a atualização de funcionários para promover uma equipe mais produtiva e com melhores ideias.

4. Busque alternativas de Marketing

O marketing também é considerado uma das áreas essenciais, porém, em épocas de crise muitas empresas optam por reduções bruscas nos investimentos neste setor, o que por sinal é considerado um grande erro.

Neste caso, é preciso buscar no setor de comunicação da empresa, alternativas de divulgação que atinjam um público segmentado e tragam melhores retornos de acordo com o investimento. Uma boa dica para reduzir os gastos com as publicidades está em optar pelo marketing digital, no qual muitas empresas estão obtendo ótimos resultados se comparado ao marketing tradicional.

5. Preste atenção nas oportunidades

Como alternativa para tentar manter um padrão nos números da empresa, recomenda-se um maior foco naqueles supostos clientes que a empresa ainda não conquistou. Deste modo, este pode ser um momento oportuno para realizar, por exemplo, uma promoção especial para novos clientes ou ainda uma estratégia de marketing que atue na atração de um público que ainda não foi conquistado e que possivelmente ficou para traz quando as vendas estavam boas.

Há ainda certas empresas que estão acostumadas com os altos preços de seus fornecedores e nesta fase desejam reduzir seus custos. Logo, apresentar-se para estas empresas com melhores preços, pode ser o momento ideal para conquistar novos clientes.

6. Invista no pós-venda

Em épocas normais, o pós-venda é visto como uma característica única de cada empresa que pode representar grande diferencial com relação ao conceito que os clientes criam com a empresa. Já em épocas de crise, uma boa atuação de pós-vendas pode significar uma ótima oportunidade de manter um cliente mesmo que a fase seja difícil.

Para empresas que já possuem atividades de pós-vendas, recomenda-se avaliar possibilidades de serviços que reforcem a marca da empresa para fidelizar os clientes.

7. Flexibilixe prazos de pagamento

Os prazos de pagamento são uma das razões de escolha de muitas empresas com relação aos seus fornecedores. Deste modo, em uma fase ruim de mercado, recomenda-se estudar estratégias para propor prazos flexíveis para seus clientes. Em paralelo, vale ressaltar que além do benefício com melhores prazos, a empresa deve adotar uma política ideal para que não prejudique seu próprio fluxo de caixa.

8. Explore novos setores

Por mais estranho que possa parecer, uma crise econômica pode ser um momento perfeito para explorar novas oportunidades e novos mercados. Isto não significa que a empresa terá de se arriscar em investir uma grande parte do capital em um setor no qual ela ainda não faz parte. Logo, o ponto principal neste quesito é abrir as portas para mercados que possam trazer um complemento no faturamento ou ainda um produto novo para ser melhor trabalhado em épocas pós crise. Deste modo, cabe a qualquer empresário refletir sobre novos mercados que estes podem explorar.

Além disso, uma crise no geral sempre atinge determinados segmentos. Logo, existem setores imunes ou em expansão, que pode ser explorados para se obter bons resultados.

9. Busque produtos e serviços alternativos

A busca pela redução de custos deve englobar também o ajuste em custos de produtos e serviços utilizados pelas empresas. Buscar novas transportadoras para o serviço de logística é um exemplo de serviço alternativo.

Vale ressaltar ao abordar o termo de produtos e serviços alternativos, que os empresários devem buscar pela mesma qualidade que já são utilizados atualmente, porém, com preços mais acessíveis.

10. Lembre: menos é mais

Infelizmente as atividades de economias e melhores gestões de recursos de uma empresa, são no geral aplicadas somente em épocas de crise.

Aprender a reduzir gastos desnecessários pode ser um grande diferencial tanto em épocas ruins quanto em épocas boas. Neste caso, é preciso avaliar a empresa em cada setor e observar quais são os recursos que podem ser cortados, economizados ou melhor distribuídos. Materiais de escritório, contas telefônicas, aluguéis, manutenções desnecessárias e substituíveis ou ainda gastos excessivos de matéria prima são só alguns exemplos de recursos que ao serem melhor distribuídos poderão trazer um grande diferencial no orçamento da empresa.

Com base nas dicas aqui citadas é notável que simples ajustes podem fazer grandes diferenças para que uma empresa possa sobreviver em um ano de vendas mornas. Vale ressaltar ainda, que as fases difíceis devem ser vistas como oportunidades de aprimorar a gestão e buscar estratégias para se vender melhor e com maior rentabilidade.

Por fim, é possível encontrar atualmente excelentes ferramentas de integração no mercado B2B. Uma destas é oHub, no qual auxilía as empresas a encontrarem novos clientes e ainda novos fornecedores com um custo mais baixo para diversos mercados."

Fonte: www.ohub.com.br

Agende conosco o vencimento de seu seguro!   Veja o que nossos clientes falam de nosso trabalho.

Contrate seus seguros Online.

SUSEP :10.0302767   |   Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  |   Procon-RJ